Uma pesquisa realizada pelo Instituto do Cérebro do Hospital Israelita Albert Einstein comparou o desempenho de pessoas em uma situação que exige controle de impulsos e concluiu que os indivíduos que meditam possuem maior capacidade de conter a impulsividade e manter o foco em uma determinada atividade.

A meditação é o treinamento para aquietar a mente e prestar mais atenção em si, reconhecendo emoções, sensações e pensamentos.
A pesquisa também comprovou que o treinamento em meditação modifica as áreas cerebrais. O córtex fica mais espesso em partes relacionadas à atenção, à tomada de decisões e ao controle de impulsos.
O estudo revelou ainda que ao meditar, ocorrem alterações não somente na atividade cerebral, como também em aspectos fisiológicos, tais como desaceleração dos batimentos cardíacos, diminuição da pressão arterial, a diminuição da adrenalina e açúcar no sangue causados pelo estresse.
A meditação tem sido utilizada na prevenção ou tratamento de distúrbios crônicos, tais como insônia, fibromialgia e síndrome de fadiga crônica e, ainda, de doenças cardiovasculares, depressão, diabetes tipo 2 e artrite reumatoide.
Quer começar a meditar em casa ou no trabalho? No link a seguir, você pode acompanhar uma meditação guiada de menos de 10 minutos para ajudar a aquietar a mente, desenvolver mais clareza mental e gerenciar melhor as emoções, aprimorando a inteligência emocional.

*Patricia Thomaz é professora de yoga e meditação, empreendedora do Infinity Yoga Studio e jornalista.

Leave a comment

Magento CuritibaWordpress CuritibaCurso Mídias SociaisDesenvolvimento de software Curitiba